Estatísticas


Warning: Creating default object from empty value in /home/pontopo1/public_html/seVelha/modules/mod_stats/helper.php on line 106
Visualizações de conteúdos : 552802


 

igrejasevelha@gmail.com

239 825 273


Horário das Missas

Segunda a Sexta - 18 H

Sábado - 19 H

Domingo - 10 H


 

" Sé Velha, o lugar mais carregado de significado espiritual e eclesial em toda a nossa cidade e diocese de Coimbra. O facto de ter sido consagrada como Igreja Mãe e dedicada a Santa Maria de Coimbra sintetiza a teologia acerca da relação indissociável entre Maria e a Igreja, a Mulher e Mãe e o Povo de Deus ou Povo de Filhos. " (08/12/2015)


D. Virgílio do Nascimento Antunes, Bispo de Coimbra

 

Atendimento Paroquial (Cartório Paroquial)

De Segunda a Sexta, da 10 h - 12 h e das 14:30 h - 18:00 h.


SÉ VELHA no Facebook em https://www.facebook.com/SeVelha?fref=ts

e

https://www.facebook.com/groups/Se.Velha.Coimbra/

 

SÉ VELHA no Twitter em https://twitter.com/SeVelhaCoimbra


A Sé Velha é uma igreja aberta ao Culto e ao Turismo.
Nesta Catedral está sediada a comunidade paroquial católica de São Cristóvão, da Diocese de Coimbra, desde início do séc XIX, com a missão de zelar pela sua conservação e nela manter a prática do culto.
A Sé Velha de Coimbra é um dos edifícios em estilo românico mais importantes de Portugal.



 

Old Cathedral of Coimbra

Old Cathedral of Coimbra

Comentário ao depoimento de um alto membro do Cabido da Sé de Coimbra

Comentário ao depoimento de um alto membro do Cabido da Sé de Coimbra

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail

Esta questão da Unidade do Corpo eclesial diocesano expresso na /pela uni(ci)dade da Catedral enquanto cabeça e sede estrutural da verdadeira cadeira do bispo da diocese, não surge apenas como objeto e centro  de nossa preocupação pessoal, do pároco e membros corresponsáveis pela orgânica eclesial. De modo nenhum.  Pois, enquanto consciente  auditor  da expectativa exigente da comunidade cristã diocesana envolvida em problematizações de rigor científico, de justiça, razão e direito civil e direito canónico que vive no âmbito da Igreja, querem conhecer melhor a igreja que lhes é oferecida, e  apresentam questões sobre Culto e relacionamentos, a Organização e estrutura humana e espacial; Catedrais, Sé, Basílicas, Igrejas e capelas, Reitorados, em suma, questões da realidade  da igreja com as quais, se e enquanto crentes,  deverão e/ou terão  que viver.


E ficam agastados quando se confrontam com realidades  de erro publicamente revelados sem que haja uma coerente atitude de reversão...


Num espírito profundamente eclesial, congratulamo-nos  que o problema da unicidade da Catedral de Coimbra tenha adquirido, assim, acréscimo de interesse e atualidade.


É hora, pois, de termos este esclarecimento.


António Jorge da Silva


Sábado, 15 Novembro 2014 20:53