Estatísticas


Warning: Creating default object from empty value in /home/pontopo1/public_html/seVelha/modules/mod_stats/helper.php on line 106
Visualizações de conteúdos : 552767


 

igrejasevelha@gmail.com

239 825 273


Horário das Missas

Segunda a Sexta - 18 H

Sábado - 19 H

Domingo - 10 H


 

" Sé Velha, o lugar mais carregado de significado espiritual e eclesial em toda a nossa cidade e diocese de Coimbra. O facto de ter sido consagrada como Igreja Mãe e dedicada a Santa Maria de Coimbra sintetiza a teologia acerca da relação indissociável entre Maria e a Igreja, a Mulher e Mãe e o Povo de Deus ou Povo de Filhos. " (08/12/2015)


D. Virgílio do Nascimento Antunes, Bispo de Coimbra

 

Atendimento Paroquial (Cartório Paroquial)

De Segunda a Sexta, da 10 h - 12 h e das 14:30 h - 18:00 h.


SÉ VELHA no Facebook em https://www.facebook.com/SeVelha?fref=ts

e

https://www.facebook.com/groups/Se.Velha.Coimbra/

 

SÉ VELHA no Twitter em https://twitter.com/SeVelhaCoimbra


A Sé Velha é uma igreja aberta ao Culto e ao Turismo.
Nesta Catedral está sediada a comunidade paroquial católica de São Cristóvão, da Diocese de Coimbra, desde início do séc XIX, com a missão de zelar pela sua conservação e nela manter a prática do culto.
A Sé Velha de Coimbra é um dos edifícios em estilo românico mais importantes de Portugal.



 

Old Cathedral of Coimbra

Old Cathedral of Coimbra

ANO SANTO

ANO SANTO

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail

Estamos em plena mobilização do Ano Santo. Projetos, anúncios e programas de peregrinações às três igrejas estacionais de Coimbra estão a ser dinamizados de norte a sul da Diocese.


A igreja de Santa Cruz incarna e dá vida ao perdão dos pecados. A Catedral, como igreja mãe da Diocese, corporiza a afirmação da unidade da igreja diocesana em torno do seu Bispo, na gestão do tesouro espiritual que nos abastece de indulgências e purificação, no do Amor a Deus. Na igreja de Santo Nome de Jesus, vulgo Sé Nova, por decisão de eventual conveniência, patenteia-se a Porta Santa jubilar, num convite a todos os peregrinos e oferta do acesso às bênçãos e indulgências concedidas neste ano Jubilar, a vivos e mortos.


Tratando-se de um Ano Santo de Misericórdia e da Paz, pelo Amor a Deus, alimentamos a esperança de que, num ato de penitência e reconciliação, também nós possamos, finalmente, rezar com as restantes instituições canónicas diocesanas a oração da Verdade em que acreditamos: “Creio na Igreja una, Santa, Católica e Apostólica..”  Todas as igrejas da diocese tem de procurar a sua unidade sob o olhar atento do seu Pastor; na Igreja Mãe da Diocese, a Catedral. E mesmo em ausência episcopal, qual situação de Sede Vacante, é pela sua cátedra que Roma faz ecoar suas orientações universais.


Neste ano Santo, Deus quer oferecer à humanidade um perdão muito particular e mas profundo de todos os nossos pecados. E, além da sua absolvição, quer purificar as nossas relações de amor com Ele: Deus ama-nos infinitamente. E nós, pagamos-Lhe amor com amor?


Esta será a principal razão da criação das indulgências. E elas virão reforçar a nossa aliança com Deus e em comunhão com os nossos irmãos na Fé. Assim Seja


Monsenhor João Evangelista

Domingo, 17 Janeiro 2016 14:38